Deseja se livrar do buço? Então é importante conhecer as opções disponíveis e  escolher a que mais se adequa a você.

De acordo com os dermatologistas, regiões próximas à boca são bem sensíveis e delicadas, o que explica o fato de muitas mulheres terem alergia e queimaduras, dependendo do método usado. Depois do procedimento, uma pomada calmante ou cicatrizante ou um pouco de água termal reduz a possibilidade de vermelhidão. E para as peles mais sensíveis, a médica orienta a suspensão do uso de ácidos.

 É  fundamental suspender a remoção em caso de lesões na pele. Além disso, a assepsia das mãos e do rosto evita contaminações. “No salão, é importante também que você diga se tem algum problema com depilação, tire dúvidas e peça orientação sobre o uso de filtro solar e outros produtos no local depilado. Maquiagens e cosméticos com ácidos, por exemplo, estão descartados por cerca de cinco dias”.

 Conheça a seguir algumas técnicas mais comuns:

 Vale lembrar que a lâmina, por mais que seja prática e acessível, não entra na lista por ser contraindicada por profissionais pela agressividade à derme.

 Cera (quente ou fria):

A  aplicação é no sentido de crescimento dos pelos. Em seguida, o produto é removido com uma folha depilatória.

Prós

Arranca os fios pela raiz;

– Pode ter intervalos de até 15 dias.

 Contras

Costuma ser dolorido para a maioria das mulheres (especialmente a modalidade fria). Com a outra versão, existe o risco de queimadura e vermelhidão prolongada nas peles mais claras. “Nos dois casos, causa manchas, pois, como agride a cútis, a reação do corpo é produzir mais melanina na região”.

– Se não for bem realizado, aumenta chances de pelos encravados.

 Cuidados

– Não reutilize a cera;

– Não usar a mistura mais de uma vez na mesma área. Caso seja necessário, faça o acabamento com uma pinça;

– Remova todos os resíduos do produto antes de se expor ao sol;

– Respeite as instruções de uso.

Creme depilatório:

sua química “quebra” os pelos ou enfraquece até que caiam.

 Prós

– Não dói;

– Pode ser feito em casa;

– É rápido.

 Contras

– Pode queimar e/ou irritar;

– O buço volta a crescer com rapidez (em torno de uma semana).

 Cuidados

–  Recomenda-se fazer um teste prévio de reação no braço. No caso de vermelhidão e queimação, cancele o procedimento;

– Respeite as instruções de uso.

Linha de poliéster:

Os pelos são envolvidos nas linhas e arrancados pela raiz.

Prós

– Em média, a remoção deve ser feita a cada 20 dias;

– É o método menos agressivo em comparação à cera e ao creme depilatório.

Contras 

– Costuma ser dolorido;

– Pode causar manchas em peles mais sensíveis.

Cuidados

– Procure um profissional capacitado, pois a linha pode apenas romper o fio;

– O movimento das linhas deve ser da lateral para o centro da boca.

Pinça:

 os pelos são puxados fio a fio.

 Prós

– Método doméstico e a qualquer momento;

– Chances menores de incômodos.

 Contras

– Dor;

– Falta de uniformidade e, na maioria das vezes os pelos não são removidos totalmente.

Cuidados

– Puxe-os o mais perto da base possível e com firmeza, para evitar que se rompam;

– Não cutuque os que a pinça não pega, pois você pode se ferir.

Laser:

age diretamente na raiz, enfraquecendo-as.

 Prós

– É possível adequar a tecnologia para diferentes aparelhos, tipos de pele e pelo;

– Manutenção anual.

Contras

– Custo mais elevado;

– Algumas técnicas não são eficientes para pelos muito claros e finos;

– Sensação de dor para algumas pessoas.

 Cuidados

– Faça somente com especialistas para não sofrer queimaduras;

– Pergunte a respeito dos cuidados com a luz solar.

COMENTE AQUI !